ssss

ssss

domingo, 26 de julho de 2015

FHC RETOMA GOLPE E DIZ QUE DILMA NÃO DEVE SER SALVA


O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso voltou para seu pedestal neste fim de semana, depois de ter se colocado à disposição para um diálogo com o ex-presidente Lula e se mostrado disposto a debater temas como a reforma política, segundo reportagem publicada pela Folha de S. Paulo nesta semana.

Na manhã deste sábado 25, em sua página no Facebook, FHC publicou: "O momento não é para a busca de aproximações com o governo, mas sim com o povo. Qualquer conversa não pública com o governo pareceria conchavo na tentativa de salvar o que não deve ser salvo".

O tucano também usou a coluna do jornalista Jorge Bastos Moreno, no Globo, e pediu para não interromperem suas férias (não se sabe de quê, como lembrou o articulista) com propostas de diálogo. Segundo a coluna, ele diz não acreditar que tanto Lula como a presidente Dilma estejam interessados em conversar sobre crise política com a oposição.

Isso porque, em sua avaliação, se o governo chamar um ex-presidente de partido adversário para dialogar sobre o tema estará jogando a toalha. Diferentemente em caso de crise institucional, quando forças adversas poderiam, sim, dialogar, de preferência no parlamento, com pautas.

"Por isso, FH, em conversas, descarta qualquer possibilidade de interromper suas merecidas férias para voltar ao sofrido batente, por uma questão bíblica: 'Quem pariu Matheus que o embale'", finaliza Moreno, com ironias.

Dentro do PSDB, porém, tucanos responsáveis como os governadores Geraldo Alckmin (São Paulo), Marconi Perillo (Goiás) e Simão Jatene (Pará), têm se mostrado abertos a uma conversa com o governo.

Nesta sexta-feira, Alckmin disse que aceitaria conversar com a presidente Dilma no Planalto caso fosse convidado. "Diálogo é sempre importante, aliás é nosso dever dialogar, buscar soluções", disse.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

MAIS UM ASSASSINATO EM CATENDE


O Blog Catende Notícias foi informado agora pouco que o jovem Jônata, filho do popular Bola Marchante foi assassinado a tiros em Catende.

Fotos via whatsapp



quarta-feira, 22 de julho de 2015

A Ordem É Para Todos comparece a festa de 15 anos da OAB de Jaboatão


Integrantes do movimento A Ordem É Para Todos estiveram presentes no aniversário de 15 anos da Ordem dos Advogados de Pernambuco seccional Jaboatão. O evento aconteceu nessa quarta-feira (21) por volta das 19h, na sede da entidade, que compreende também a advocacia da cidade de Moreno.

Jefferson Calaça, coordenador do Movimento, participou da Mesa como vice-presidente da comissão de direitos sociais da OAB Nacional e, na ocasião, ressaltou a importância da valorização dos advogados no Estado. “Aproveito para parabenizar a OAB subseccional de Jaboatão pelos 15 anos de existência, ao seu presidente Dr. Paulo de Tarso, e em especial ao Dr. Joaquim Barreto, que tem valorosos serviços prestados a entidade local”, afirmou Calaça. Joaquim Barreto é pré-candidato à presidência da OAB Jaboatão e conta com o apoio do Movimento A Ordem é Para Todos.

A Ordem É Para Todos – Movimento, que nasceu em novembro de 2014, luta pela melhoria das condições de trabalho dos advogados militantes. Atualmente, o grupo conta com o apoio de 1.900 profissionais em 19 grupos de WhatsApp e mais de 5 mil curtidores na sua página do Facebook.

Proposta reduz número de deputados e senadores


Por entender que nem as dimensões continentais do Brasil nem a complexidade de nossa sociedade justificam a eleição de tantos parlamentares por cada unidade da federação, o senador Jorge Viana (PT-AC) quer aprovar emenda constitucional reduzindo o número de deputados e senadores. Com a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 106/2015, apresentada no dia 15 de julho, ele pretende reduzir em um terço o número de assentos no Senado e em 25% o número de deputados.

Para mostrar que o Brasil pode fazer essa mudança, Viana cita o exemplo dos Estados Unidos, país igualmente extenso, cujos estados elegem apenas dois senadores cada um. O senador destaca a economia que isso significará para os cofres públicos e observa que preserva, no projeto, o equilíbrio hoje existente no Congresso. A proposta assegura os mandatos dos atuais deputados e senadores, ocupantes das vagas a serem extintas.

— No Senado, haverá a paridade entre os estados e o Distrito Federal. Na Câmara, mantém-se o critério de representação proporcional à população de cada unidade da federação. Por isso, sem prejuízo do caráter representativo do Congresso, a proposta aumenta a eficiência do uso dos recursos públicos. Afinal, cada parlamentar, para a consecução de seus deveres constitucionais, exige considerável estrutura de assessoramento e de apoio administrativo — diz ele.

O texto, que vai agora à deliberação da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), altera os artigos 45 e 46 da Constituição e reduz de 513 para 385 o número de deputados, estabelecendo que nenhuma unidade da federação terá menos de seis ou mais de 53 deputados. Fica assegurada a irredutibilidade da atual representação da Câmara.

Ao definir que cada estado e o Distrito Federal elegerão dois senadores, a proposta determina que a composição do Senado baixará de 81 para 54 integrantes. É mantido o mandato de oito anos, assim como a renovação da Casa pela metade, de quatro em quatro anos. E os senadores eleitos na última renovação de dois terços do Senado, bem como os respectivos suplentes, terão seus mandatos assegurados.

Embora reconhecendo o papel do Congresso para a democracia representativa, com as diferentes ideologias representadas na Câmara, e o equilíbrio da federação assegurado pelo Senado, Jorge Viana considera sensato o enxugamento das duas Casas.

Cremos que é possível exercer as funções típicas do Poder Legislativo com uma estrutura mais enxuta em ambas as Casas, sem prejuízo da representatividade popular.

Na justificação do projeto, o senador lembra que foi constante o crescimento da composição da Câmara na história republicana. Ele afirma que o número atual de deputados — 513 — se deve à criação de novos estados e ao aumento do número máximo de representantes por unidade da federação. Mas, no seu entender, esse crescimento não significou melhora da representação.

Em defesa do projeto, Jorge Viana diz ainda que essa mudança engendrará reflexos positivos na composição das Câmaras existentes nos estados e no Distrito Federal, porque a Constituição exige que a composição dessas Casas seja calculada com base no número de deputados da respectiva unidade da federação. Ele se diz confiante na economia e na eficiência que essa emenda será capaz de produzir.


terça-feira, 21 de julho de 2015

PSDB E PSB QUEREM DATENA PARA DISPUTAR PREFEITURA DE SP


O PSDB, o PSB e o PP disputam a filiação do apresentador de TV José Luiz Datena para fazer dele candidato à Prefeitura de São Paulo, em 2016. Nas últimas semanas, ele foi sondado por nomes da cúpula dos três partidos. A ponte entre Datena e os políticos é o deputado Delegado Olim (PP-SP).

Datena esteve por duas vezes no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo de São Paulo. Na primeira, conversou com dois dos secretários do governador Geraldo Alckmin. Depois, teve uma reunião privada com o próprio tucano. As conversas, no entanto, não impediram que o vice de Alckmin, Márcio França (PSB), investisse numa aproximação com o apresentador. "Nós saímos para jantar. O Datena gostou muito dele", disse Olim.

A informação de que o apresentador está cogitando ser candidato a prefeito foi antecipada pela coluna de Fávio Ricco, no portal UOL. Ao jornalista, Datena admitiu estar considerando o assunto, mas não quis dizer quais partidos os procuraram. "Realmente fui sondado e passei a analisar se vale a pena ou não. Quem sabe não posso ajudar? Estou estudando esse assunto e, de fato, existem dois partidos, que prefiro por enquanto não revelar quais são, insistindo muito comigo", disse.

"Está tudo tão ruim, que estou propenso a aceitar. Eu sou honesto. Não sou vagabundo e não roubo, ao contrário do que existe por aí. E mesmo que eu decida sair, só vou me filiar no tempo certo. Dois ou três dias antes de esgotar o prazo", encerrou.

Procurados, dirigentes do PSDB e do PSB afirmaram que as conversas estão acontecendo de maneira reservada e que o próprio Datena vinha pedindo discrição. A ida de Datena para o PSB terminaria por liquidar as chances de a senadora Marta Suplicy (sem partido-SP) se filiar à sigla para concorrer à Prefeitura.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Papa receberá nesta terça-feira a Frente Nacional dos Prefeitos


O papa Francisco receberá no Vaticano, nesta terça-feira (21), a direção da Frente Nacional de Prefeitos (Brasil) que tem como presidente Márcio Lacerda (PSB), de Belo Horizonte.

Convidados pelo chefe da Igreja Católica, os prefeitos brasileiros vão participar de um seminário sobre mudanças climáticas e escravidão.

Foram convidados para este evento os prefeitos Márcio Lacerda (BH), Gustavo Fruet (Curitiba), José Fortunati (Porto Alegre), Paulo Garcia (Goiânia), Eduardo Paes (Rio de Janeiro) e ACM Neto (Salvador). Geraldo Júlio (Recife) não foi convidado porque não integra a diretoria da FNP.

O seminário terá início às 17h (12h no Brasil) e será transmitido ao vivo pela internet. Ao todo, foram convidados para este evento 60 prefeitos de diferentes países.

Empréstimos suspeitos do BNDES podem transformar mensalão e petrolão em fichinhas


Indicado pelo líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), como membro titular da CPI do BNDES, o deputado federal Betinho Gomes (PSDB-PE) acredita que a abertura da “caixa preta” em que se transformaram os suspeitos empréstimos do banco devem trazer revelações que farão do mensalão e do petrolão “fichinhas” frente aos desmandos que envolvem tais operações.

“Vamos nos dedicar muito a essa CPI porque o que se fala é que o BNDES se transformou numa grande caixa preta que nos deixa muito preocupados. Se for verdade o que se comenta, o mensalão e o petrolão são fichinhas perto do que envolve o BNDES nesse período de governo do PT”, revela o tucano.

A CPI do BNDES – que será instalada no início de agosto – se dedicará a aprofundar informações sobre os empréstimos feitos pelo banco público desde o governo Lula (PT). A comissão foi criada na sexta-feira (17) pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

“A tarefa dessa CPI é puxar o fio da meada dos empréstimos, identificar as possíveis irregularidades e as ligações desses financiamentos com outros esquemas de corrupção que se instalaram nas estatais. Há muitos financiamento a empresas privadas que operaram nas estatais, sobretudo na Petrobras. É importante, num primeiro momento, identificar esses possíveis desvios porque já foi divulgado, por exemplo, que os financiamentos internacionais do BNDES foram feitos em condições muito favoráveis, colocando em risco os recursos públicos. Essas questões precisam ser esclarecidas para que a gente tenha a real dimensão do tipo de prejuízo que podem ter causado esses empréstimos.Vamos abrir de vez a caixa preta do BNDES porque a população brasileira aguarda com expectativa o esclarecimento desses empréstimos suspeitos”, afirmou.

domingo, 19 de julho de 2015

FINAL DE JOGO ELETRIZANTE NA 1 COPA INTERMUNICIPAL EM CATENDE

Ontem  aconteceu mais uma rodada da 1 Copa Intermunicipal de Futsal em Catende, no Ginásio de Esporte O Fernandão em Catende. Se enfrentaram a equipe da PELADA DA CERVEJA X ABC PAULISTA. A torcida presente viu um final de jogo eletrizante com mudanças de resultados praticamente imprevisível. A equipe Pelada da Cerveja de Catende com uma vitoria se classificava para a etapa seguinte do campeonato, vencia o jogo por 3 x 0 até o início do segundo tempo sofrendo o empate,  após fazer o quarto gol sofreu a virada perdendo por 5 x 4.


Cobertura do Blog Catende Notícias.









EQUIPE DO ABC PAULISTA

EQUIPE PELADA DA CERVEJA























sábado, 18 de julho de 2015

HOJE MAIS 1 RODADA DA 1 COPA INTERMUNICIPAL EM CATENDE

Hoje. mais uma rodada da 1 Copa Intermunicipal de Futsal em Catende, no Ginásio de Esporte O Fernandão em Catende. Se enfrentarão: 

ABC PAULISTA X PELADA DA CERVEJA a parti das 8 na noite.

A PELADA DA CERVEJA DE CATENDE PRECISA DE UMA SIMPLES VITÓRIA PARA CHEGAR AS QUARTAS DE FINAL. 

OAB/PE: Situação em pé de guerra com candidato fraco fortalece oposição comandada por Calaça

Já circula no meio jurídico pernambucano, a versão segundo a qual o atual presidente da OAB de Pernambuco, Pedro Henrique Reynaldo, já teria se arrependido da escolha de Ronnie Duarte como seu candidato na sucessão para dirigir a entidade. É que a candidatura de Ronnie não conseguiu agregar sequer o próprio grupo que vem mantendo a hegemonia nas sucessivas gestões da OAB local.

Se o nome de Ronnie Duarte não une nem o próprio grupo hoje comandado por Pedro Henrique, como poderá enfrentar a forte inserção que a oposição tem conseguido junto ao conjunto da classe, com a campanha muito bem conduzida e articulada pelo advogado Jefferson Callaça? A candidatura da situação não decola, isso é fato. E a divisão do grupo ficou bastante clara com a entrega do cargo do chefe de gabinete do presidente Pedro Henrique, o advogado Felipe Lobato, figura, por sinal, muito simpática e bem quista no meio jurídico.

A escolha preferencial do grupo situacionista deveria ter recaído sobre o nome do advogado Leonardo Aciolly, que é muito bem relacionado com todo o grupo, ou no do advogado Bruno Batista, entretanto, com o mesmo personalismo que Pedro Henrique tem adotado para fazer indicações para composições de conselhos e outros cargos destinados a indicações da OAB, fez a escolha do nome que apoiará para concorrer a sua sucessão.

Caso sua candidatura não decole, porém, até o final de agosto, dá-se como certa a substituição de Ronnie Duarte por Leonardo Aciolly, pois por mais que Duarte conte com a preferência de Pedro Henrique, este não correrá o risco de uma derrota para o grupo de oposição comandado até agora com maestria por Jefferson Calaça. A substituição, entretanto, é dada praticamente como certa, pois a candidatura de Ronnie Duarte não mostra perspectivas de que venha a deslanchar até o final de agosto.

Fonte: Blog da Noelia Brito