ssss

ssss

quinta-feira, 28 de maio de 2015

FIM DA REELEIÇÃO TEM PLACAR ACACHAPANTE NA CÂMARA


Agora vem o drama: de quantos anos será o mandato?:

Há muito tempo uma matéria não era aprovada por um placar tão expressivo na Câmara. O cheiro do plenário, como diz Eduardo Cunha, mostrava o desejo de acabar com a regra instituída pelo PSDB em 1997 para garantir a reeleição de FHC mas ninguém esperava um placar tão expressivo. Foram 452 votos a favor e 19 contra, além de 1 abstenção.

O governo ficou praticamente ausente deste debate. O PT ensaiou uma obstrução mas acabou votando majoritariamente a favor da proposta. O PSDB, que tanto fez para aprová-la no passado, enfrentando denúncias de compra de votos, votou maciçamente por seu enterro melancólico.

Com esta ousadia da Câmara, Eduardo Cunha retomou a ofensiva na reforma, depois de salvar com uma manobra o financiamento privado constitucionalizado. Rodrigo Maia também se inscreve como autor da proposta na condição de relator nomeado. Há um longo caminho pela frente – o segundo turno na Câmara e dois turnos no Senado – e agora um dilema a ser enfrentado pelos deputados: sem reeleição, de quantos anos será o mandato do presidente?

Quatro anos sem reeleição é um tempo curto demais. Políticas públicas não se consolidam em tão pouco tempo. Mas para ampliá-lo para cinco anos, não teremos a coincidência com as eleições parlamentares, o que forçaria a realização de eleições em dois anos seguidos. Dois anos depois viria a eleição municipal. Ou seja, haveria tres eleições a cada quatro anos. Uma das propostas que ainda serão votadas busca estabelecer a coincidência de mandato emparelhando a eleição de prefeitos com a de deputados e senadores. Para isso, os prefeitos eleitos em 2020 teriam apenas dois anos de mandato. E sem reeleição. Quem vai se interessar por tal disputa?

O jogo segue, agora com estas questões sobre a mesa.

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Prefeito de Catende participa da XVIII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios

O Prefeito de Catende Otacílio Cordeiro está em Brasília participando da 18º Marcha em Defesa dos Municípios , contribuindo para a conquista de recursos, novos projetos e melhorias para o município.

Na oportunidade , o Prefeito foi acompanhado dos Vereadores: Rinaldo Barros e Nego de Biu e do Dr. Marcelo. O evento acontece até a próxima quinta-feira (28).

Na abertura do evento o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, disse, que o governo federal irá fazer o que “estiver ao seu alcance” para apoiar os municípios a superarem o momento de crise. 

Em discurso na abertura da Marcha, o presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Marcio Lacerda (Belo Horizonte), defendeu a união para superar dificuldades. Já o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, expôs pauta de reivindicações com foco em recursos para Saúde e para Educação.

Aplaudido de pé, o presidente da Associação de Municípios Pernambucanos (Amupe), José Patriota, destacou ser compartilhada a responsabilidade entre União, estados e municípios.

“Queremos ser parceiros para melhorar o Brasil, porque o que seria dos programas federais e das políticas públicas se não fosse a destinação para o prefeito”, ponderou Patriota.

Outros destaques são a criação do Comitê de Articulação Federativa (CAF), principal espaço de negociação entre União e municípios, a instituição do Sistema de Assessoramento Federativo (SASF) e do Fórum de Gestores Federais nos estados. Os dois últimos têm como objetivo assessorar estados e municípios em suas demandas com a União.

Durante a Marcha, os prefeitos podem consultar técnicos dos 12 órgãos federais sobre como podem acessar programas e recursos federais para as suas cidades.




terça-feira, 26 de maio de 2015

Debate sobre acidentes de motos em PE na ALEPE


Quinta próxima, dia 28, às 10h, acontecerá uma reunião da Alepe para debater os acidentes de moto em pernambuco, Quem está convocando é o deputado Aluísio Lessa (PSB), autor do projeto de lei que obriga as montadoras e revendedoras de motos (das mais diversas cilindraras) a oferecerem curso de formação de condutores para seus clientes.

De acordo com o Comitê de Prevenção aos Acidentes de Moto em Pernambuco (Cepam), Pernambuco tem 22 mortes com acidente de motos para cada 100 mil habitantes, mais que o dobro da média considerada como epidemia pela Organização Mundial de Saúde, que é dez mortes para cada 100 mil habitantes. E não é um privilégio das cidades grandes, só no município de Trindade, na região do Araripe, estão sendo registrados 100 acidentes com mortes para cada 100 mil habitantes. A expectativa do Cepam é reduzir em 50% o número de mortos até 2020. Para debater este problema estará acontecendo no plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco na próxima quinta-feira (dia 28, às 10h) um grande expediente convocado pelo deputado estadual, Aluisio Lessa (PSB). O parlamentar é autor do projeto de lei que obriga as montadoras e revendedoras de motos (das mais diversas cilidrandas) a oferecerem curso de formação de condutores para seus clientes.

Segundo o Cepam tem crescido em uma media de 8% a 10% o número de vitimas fatais causado por acidentes de moto em Pernambuco a cada ano. Dados não faltam para ilustrar essa triste realidade. O Hospital da Restauração (HR), maior unidade de urgência e emergência do Estado, também é um importante referencial. De setembro de 2013 a setembro de 2014, a unidade atendeu a 10.075 vítimas de acidentes de motocicleta. Levantamento específico do Comitê com 104 pacientes do HR, entre maio e agosto de 2014, constatou que eles ocupavam mais de 90% dos leitos do setor de traumatologia e custaram aos cofres públicos cerca de R$ 31,8 milhões. Dez por cento saíram com sequelas permanentes.

Vale reforçar que aproximadamente 13% da frota de motocicletas em Pernambuco é formada por cinquentinhas. Já os acidentes envolvendo esse tipo de veículo são alarmantes: chegam a quase 20% do total. Por conta dos números, já foi anunciado pelo Governo de Pernambuco que as cinquentinhas serão alvo prioritário de abordagem do Comitê, através da Operação Lei Seca, na Região Metropolitana do Recife.

Movimento A Ordem É Para Todos reúne advogados de Pernambuco para 2º plenária Estadual


O movimento A Ordem É Para Todos realizará sua 2º Plenária Estadual, nesta quarta-feira (27), às 18h30, no auditório da Câmara Americana de Comércio (Amcham), localizado no Empresarial Jopin. O objetivo do encontro é debater sobre a implementação do piso salarial para a classe, a criação de uma comissão permanente para defender as prerrogativas dos advogados pernambucanos e uma central de correspondentes para auxiliar escritórios a contratarem advogados para diligencias com valores justos estipulados pelo conselho estadual da Ordem dos Advogados de Pernambuco (OAB- PE).

A proposta de implementação do piso salarial chegou à Assembleia Legislativa no dia 14 de abril deste ano através de uma carta aberta à advocacia pernambucana feita pelo Movimento. A regulamentação do piso inexiste no Estado, por isso, boa parte dos advogados recebe uma remuneração baixa e inadequada. Atualmente já existem projetos de lei em várias regiões da federação, como Ceará, Piauí, Pará, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Para debater sobre os problemas enfrentados pela advocacia em Pernambuco, integrantes do Movimento têm visitado vários municípios do Estado e constatado o total abandono da OAB-PE com os profissionais do interior. Em Floresta, por exemplo, não há qualquer assistência desde a última eleição. Os advogados não têm condições para o trabalho e o site do Processo Jurídico Eletrônico (PJE), não funciona. Já em Salgueiro, além da falta de juiz titular nas varas cíveis e trabalhistas, as prerrogativas da categoria são desprezadas pela Entidade. Esses problemas enfrentados pelos advogados da capital, da Zona da Mata, do Agreste e do Sertão de Pernambuco são comuns.

A Ordem é Para Todos é um movimento horizontal, plural e democrático que possui uma coordenação composta de 12 advogados militantes, que estão nas salas de audiências, nos fóruns e que sofrem cotidianamente as dificuldades da profissão. Hoje, o grupo conta com mais de três mil curtidores no facebook e 1.300 advogados em 13 grupos de Whats App discutindo diariamente os problemas da advocacia em Pernambuco.

Horário: 18h30

Vagas para estacionamento

domingo, 24 de maio de 2015

GRADE COBERTURA DA TRILHA DE MOUNTAIN BIKE SERRA DA PRATA.



Sábado dia 23 aconteceu em Catende 1 TRILHA DE MOUNTAIN BIKE SERRA DA PRATA. O Grupo Pedal Catende recebendo vários grupos de ciclistas, entre eles, O GRUPO FERRUGEM BIKE, onde comemorou seu 3 aniversário e o BIKE EXPLORE, onde agradeceram a calorosa recepção dos envolvidos no evento. Saíram maravilhados depois da visita ao cartão postal da cidade, a 500m de altitude. Foi um desafio chegar ao cume, mas valeu todo o esforço pelas belíssimas paisagens lá de cima.


O evento teve o apoio da prefeitura municipal e do vereador Rinaldo Barros.

O BLOG CATENDE NOTICIAS COMO SEMPRE FAZENDO UMA GRANDE COBERTURA COM EXCLUSIVIDADE COMO IMPRENSA OFICIAL DO EVENTO TAMBÉM DANDO TOTAL APOIO.

PARABÉNS ALEXANDRE CARVALHO, ORGANIZADOR DO EVENTO 

CONFIRAM ÀS FOTOS DO EVENTO TIRADAS POR CEZARIO, CURTINDO BELAS FOTOS DA ZONA RURAL DE CATENDE

CONCENTRAÇÃO E SAÍDA DA PRAÇA CORAÇÃO EUCARÍSTICO















RUA DA SAUDADE





EM FRENTE A ESCOLA MENDO SAMPAIO













































































 O BLOGUEIRO

JUNTO COM ABNÉ PEREIRA EX DIRETOR DA CIRETRAN DE PALMARES






















SUBIDA DA SERRA DA PRATA




























VISTA A CIDADE DE PALMARES